segunda-feira, 22 de agosto de 2016

sem você

subo a lua dos teus olhos
e ainda me parece noite
esta manhã
vazia

Nenhum comentário:

Postar um comentário